Você já teve problemas com pragas nas suas plantas?

Você já teve problemas com pragas nas suas plantas?

Minha planta está doente, e agora?!

Quem gosta de cultivar plantas sabe como é desagradável perceber que elas não estão bem. Ás vezes acontece de surgirem pequenos visitantes indesejados que podem causar danos às plantas e até matá-las.

Conhecer alguns patógenos e os cuidados necessários é extremamente necessário. A atenção e o cuidado diário podem ajudar no controle de algumas doenças, pragas, vírus e bactérias.

Observar as condições ambientais é fundamental, pois a umidade, a luz, a nutrição e o solo são importantes e podem ajudar a identificar os sintomas e a ocorrência de uma doença ou praga.

Dentre as principais pragas destacamos os ácaros, besouros, formigas, gafanhotos, lagartas, percevejos, pulgões, moscas e cochonilhas. Daremos uma atenção especial à 3 deles que são extremamente comuns nas plantas de casa. Sobre os demais, leia o nosso e-Book Plantas são o mundo e saiba mais sobre eles também.

Os ácaros são semelhantes a diminutas aranhas que tecem teias e formam grandes colônias nas folhas. Alimentam-se raspando ou sugando a seiva do lado inferior das folhas. Em consequência disso, surgem manchas bronzeadas. Podem ser vetores de viroses.

Cientistas mapeiam genoma de ácaro que ataca plantas | Ciência e Saúde | G1

Fonte: G1

Já as cochonilhas (velhas conhecidas!) são pequenos insetos sugadores que vivem em colônias e quase não se movimentam sobre as plantas. Podem ter o corpo nu ou recoberto por carapaça. Sugam seiva e excretam um líquido açucarado que
pode atrair formigas. Esse líquido açucarado, sobre as folhas sadias, pode favorecer o crescimento de fungos que provocam a diminuição da área fotossintética da folha (a conhecida fumagina).

Cochonilha branca: como identificar e soluções caseiras contra a praga -  Casa e Jardim | Paisagismo

Fonte: Revista Casa e Jardim

Os pulgões são insetos sugadores de tamanho reduzido (variam de 1 a 5 mm).
Podem apresentar formas ápteras ou aladas e atacam principalmente as brotações. Podem transmitir vírus de plantas doentes para sadias. Excretam líquido açucarado (da mesma forma que as cochonilhas) e também podem provocar o aparecimento de fumagina.

Como Acabar com Pulgões que Atacam Plantas, a Horta e o Jardim

Fonte: Meu verde jardim

Infelizmente, não temos como evitar esse par planta/praga.
Contudo, se a planta estiver bem nutrida e ambientada ela poderá reagir liberando substâncias que são pouco atraentes aos insetos.
É natural que plantas apresentem algum tipo de praga ou doença, faz parte da natureza e elas podem suportar, porém, se de algum modo houver  comprometimento, o controle deve ser feito.
Mas, antes de qualquer aplicação de defensivos é importante fazer uso de algum equipamento de proteção.


Algumas dicas para evitar pragas:

- Manter as plantas sempre saudáveis e adubadas, já que as debilitadas ficam mais propensas ao ataque de pragas;
- Caso suas plantas já estejam infestadas, o ideal é isolá-las de forma que não tenham contato com as plantas saudáveis.
- Você pode conseguir bons resultados limpando a planta diariamente com detergente ou álcool diluído em água e também usando inseticidas naturais.

Onde procurar sinais de pragas:
- Nas folhas;
- Botões ou caules;
- Na terra.

Em resumo:
Um dos grandes segredos para o cultivo de plantas em casa é a observação. Só quem observa diariamente consegue identificar os sinais das folhas, do caule ou do solo, se falta água, ou se pecamos pelo excesso. Estabelecer uma rotina de cuidados e dedicação às plantas é imprescindível para que elas continuem saudáveis e vistosas.

Para mais informações sobre o assunto, não deixe de conferir o nosso e-book gratuito Plantas são o mundo!